Hospedagem especializada para WordPress vale a pena?

Afinal de contas, vale a pena gastar mais para contratar uma hospedagem especializada para o seu site WordPress? Nathalia Arcuri que não me escute, mas sim. Vou explicar melhor:

Um fato sobre mim, Katharina, que quem me conhece já sabe: sempre fui mão-de-vaca. Só compro roupa em promoção, uso vários aplicativos de ofertas. Então, quando contratei minha primeira hospedagem logo que acabei o curso de webdesign no Senac, pensei “que besteira pagar a mais quando eu posso instalar o WordPress em qualquer lugar”. Aí invadiram meu site. Eu raspei o conteúdo todo do servidor, das várias instalações que tinha, mas todas as páginas continuaram aparecendo como “não seguras” por dias.

E esse é o primeiro motivo pelo qual eu vou defender hospedagem especializada: como o WordPress é usado em mais de um terço da internet, tem quem se especialize em invadir sites WordPress para colocar links para sites maliciosos. Normalmente, o Google pega rapidinho e avisa, ou seja: o nome do site fica sujo na praça. O seu nome. E, se tem meliante especializado, também tem segurança especializada.

Atualmente, eu tenho hospedagem WordPress e estou surpresa, positivamente. Para começar, o plano que eu contratei oferece backup diário, o que é útil para quem tem blog (mesmo que o blog não seja o foco do site). Mas também tem aspectos técnicos, porque o fato do WordPress ser feito na linguagem PHP, por exemplo, pede que a hospedagem seja compatível com isso.

Por que vale a pena contratar hospedagem especializada

A própria natureza das páginas de blog exige mais do servidor (o computador que hospeda o site) do que uma página feita com HTML e CSS, porque são páginas carregadas em pedaços. Cada página ou postagem tem: o menu superior, o rodapé, o conteúdo específico da página e, dependendo do site, uma barra lateral. É a diferença entre você ir num fast food que vende um hambúrguer montado e um em que você monta o seu sanduíche. Você passa muito mais tempo no balcão porque precisa montar o seu sanduíche antes de pagar. Agora imagina que cada visitante do seu site está chegando ao seu balcão e pedindo uma página. Você precisa de um balcão com vários atendentes para atender às pessoas sem demora. Um servidor com mais memória e processamento é equivalente a esse balcão.

Em um vídeo mais para a frente, vou explicar como você pode otimizar as páginas para elas exigirem menos do servidor, mas se você pensar em um blog com muitos posts e muitos acessos, o servidor é muito exigido, mesmo em sites otimizados.

Pré-requisitos básicos de hospedagem de sites

Há algumas coisas que você precisa ver em qualquer hospedagem que contratar, não só as especializadas em WordPress: 

  • quantas visitas ela suporta por mês, o chamado tráfego – sites que estão começando podem escolher planos mais baratos, que aceitam menos visitas;
  • quanto espaço de armazenamento ela oferece – quem vai fazer um site simples, sem blog, pode escolher opções mais baratas, mas quem quiser alimentar o site com conteúdo regularmente precisa de mais espaço;
  • certificado SSL de graça, para mostrar ao seu visitante que o site é seguro. Se você não sabe o que é um certificado SSL, leia nosso artigo sobre esse assunto.

Benefícios adicionais de hospedagem para WordPress

E há alguns mimos relacionados a WordPress que você pode procurar na sua hospedagem:

  • suporte especializado, para te dar uma mão quando surgirem problemas;
  • atualização automática do WordPress – assim como qualquer sistema, o WordPress fica corrigindo erros e trazendo novas versões. A maioria das hospedagens dedicadas oferece a opção de atualizar tanto o WordPress quanto os plugins que você vai instalar no seu site. É prático, mas você precisa sempre ficar de olho para ver se, com as atualizações, o tema e os plugins continuam conversando direitinho;
  • backups regulares do site, o que é muito valioso para quem vai colocar conteúdo regularmente, como posts de blog;
  • acesso a temas ou plugins pagos, já incluídos no valor da hospedagem;
  • controle de versão – é como se chama guardar uma cópia do site antes de você sair por aí fazendo experiências com ele. Se algo der errado e você tiver o controle de versão, você pode voltar à versão anterior, sem dor de cabeça;
  • e, finalmente, segurança especializada, para você não sofrer um ataque automatizado como eu.

Como pesquisar hospedagem especializada para sites WordPress

Chegou hora de uma dica valiosa: existe um site, Tudo Sobre Hospedagem de Sites, com o endereço bem criativo. Eles não me pagaram para falar sobre eles, e nem sabem que eu existo. O que eles fazem: passam o dia comparando serviços de hospedagem para falar o que cada um tem, qual tem o melhor custo-benefício, e dão cupons de desconto para quem contrata hospedagem através do site deles. Recomendo conferir a página que eles têm sobre hospedagens voltadas para WordPress antes de tomar a sua decisão. De nada.

Você pode assistir ao vídeo sobre esse assunto no canal de YouTube do WordPress sem Código:

Hospedagem especializada para WordPress vale a pena? | WordPress sem Código 2.2

6 comentários em “Hospedagem especializada para WordPress vale a pena?”

  1. Pingback: WordPress sem Código

  2. Pingback: Páginas, posts, tags, categorias e widgets: organizando seu conteúdo – WordPress sem Código

  3. Pingback: Segurança em site WordPress: boas práticas – WordPress sem Código

  4. Pingback: Como deixar seu site WordPress mais rápido: otimização e caching – WordPress sem Código

  5. Pingback: Migrar site de servidor com plugin All in One WP Migration – WordPress sem Código

  6. Pingback: Page builders, add-ons, suítes de blocos: como montar uma página? – WordPress sem Código

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.