SEO de fora para dentro: o que fazer fora do seu site para subir no Google

Se você leu o artigo sobre plugins de SEO, vai se lembrar que existe “on page SEO” e “off page SEO”. SEO é a otimização do seu site para motores de busca; “On page SEO” é a organização da informação, incluindo o bom uso de palavras-chave.

Já o “off page SEO” é como ouvi no episódio “Hello, SEO!” do podcast Hello, WP (que mencionei há alguns episódios): se você entra num lugar e fala “eu sou o cara mais legal daqui”, vão achar que você é um idiota. Mas se você entra num lugar e outras pessoas apontam falando “esse cara é legal”, as pessoas acreditam. Na internet, isso equivale a ter backlinks, ou seja, links em outros sites apontando para o seu. Eles servem como uma prova de que seu conteúdo é de qualidade para o Google (e os outros motores de busca). Infelizmente, não tem plugin para isso, porque é fora do seu site.

Não vou entrar muito em detalhes, porque existem empresas especializadas em SEO que produzem conteúdo extenso sobre o assunto, mas vou citar um artigo da Academia do Marketing com as medidas mais simples que você pode tomar, e comentar cada uma:

  1. Produzir conteúdo de qualidade para ser compartilhado – deu certo para a academia do marketing, não é? Estou compartilhando o conteúdo deles.
  2. Fazer comentários em blogs e fóruns da área – ou até grupos de Facebook. O importante é adicionar algo de valor, como ajudar quando alguém tem dúvida ou adicionar algo relacionado ao assunto do tópico. Só depois você deve mencionar que é da área e, quem sabe, até colocar um link para seu site.
  3. Escrever posts como convidado em outros blogs – não é só sair falando da sua marca; você precisa pensar numa pauta relevante para aquele blog e falar algo com substância. Afinal, de que valeria o link para o seu site no final, sem conteúdo que faça as pessoas clicarem nele?
  4. Compartilhar seu conteúdo nas redes sociais – embora a noção atual é que links de redes sociais não contem como backlinks, quando você é ativo nas redes sociais, você constrói uma comunidade, que aumenta os acessos ao seu site, melhorando seu SEO.
  5. Disponibilizar links de compartilhamento no seu site – assim, você cria uma via de mão dupla: as pessoas levam o conteúdo do seu site para as redes sociais, o que atrai os amigos delas de volta para seu site.

Existem ferramentas externas que você pode usar para medir quantos links apontam para seu site, e a qualidade desses links – é o que chamamos de medir a autoridade de um site. Ela é medida por empresas criam robôs como o do Google para viajar entre as páginas indexadas (que querem ser encontradas) da internet. Normalmente, eu explico como uma ferramenta funciona e apresento as mais famosas, mas nesse caso, cada uma funciona de uma maneira. Infelizmente, as duas que vou apresentar são em inglês, e têm tanto versões pagas quanto gratuitas.

A Moz é a que começou tudo, e atualmente a versão gratuita dela tem algumas opções: de ver a autoridade do seu site a sugerir palavras-chave em que você pode focar. A Ahrefs veio depois, mas atualmente é a dona da maior base de dados da categoria. Ela oferece duas ferramentas gratuitas no site: backlink checker e website authority checker. A primeira dá a quantidade de links que levam ao seu site, enquanto a segunda cria uma nota de 0 a 100 sobre a qualidade desses links. Não é interessante ter muitos links levando ao seu site se eles são de sites que quase funcionam como “antros de spam”, que o Google marca como ruins.

Se você acabou de lançar seu site, provavelmente vai ver uns zeros por aí. É por isso que é importante investir, principalmente tempo, em off page SEO. Isso vale tanto para quem produz conteúdo quanto para quem tem um negócio. Quem tem uma sede física tem vários recursos que podem ajudar, como o Google Meu Negócio, sites que funcionam como páginas amarelas, ou contatar blogueiros da região para visitar o espaço.

Já quem produz conteúdo, como essa blogueira aqui, só pode contar com o público mesmo. Então, não se esqueça de compartilhar esse artigo, ou o irmão dele, sobre plugins de SEO.

2 comentários em “SEO de fora para dentro: o que fazer fora do seu site para subir no Google”

    1. WP sem Código

      Obrigada! Admito que ainda estou aprendendo SEO, então não tenho recomendações específicas. O conselho de sempre é fazer textos com pelo menos uma informação relevante e estruturar bem, com seções bem delimitadas e subtítulos se necessário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.