A diferença entre código, verso, pré-formatado e HTML personalizado

Código, verso, pré-formatado e HTML personalizado são quatro blocos da categoria “Formatação”:

Código

Esse é o mais simples dos quatro:
    cria um espaço que mostra código como texto, sem rodar, ideal para colar código que você quer que seu visitante copie com facilidade.

Se você escreveu código fora do WordPress e colou ali, ele respeita a
    indentação, ou os recuos de linha - porém, quem usa tabulação (tecla "tab") verá que o recuo foi convertido em vários espaços do teclado. Não dá a opção de negrito, itálico nem riscado. Você também não consegue adicionar links ao texto que está dentro desse bloco.

Ele quebra a linha sem se importar com palavras, como você pode ver no parágrafo acima.

Verso

Pensado para escrever poesia e letras de música, esse bloco usa a mesma fonte monoespaçada do código.

Permite que você use negrito, itálico e riscado, porém, só deixa o texto ficar alinhado à esquerda. Qualquer indentação ou recuo não aparece na página, só no Gutenberg.

Se você não quebrar a linha, ele continua infinitamente, como você
pode observar no parágrafo acima.

Pré-formatado

O pré-formatado também usa a fonte monoespaçada
e só permite alinhar o texto à esquerda,
                    mas respeita indentações
              e deixa o texto ser negrito, itálico e riscado
além de permitir links.

HTML Personalizado

Ele parece um parágrafo normal. A diferença é que o WordPress aplica quaisquer tags que você colocar lá. Você pode alterar o tamanho da fonte, a cor ou o que você quiser.

Semelhanças

O que esses quatro blocos têm em comum que os separa dos outros: quando você aperta “enter”, você não sai do bloco para um novo. Você cria outra linha no mesmo bloco. Para sair do bloco e criar um novo, você precisa usar “tab”, a seta para a direita ou seta para baixo. Embora os blocos respeitem o recuo do “tab” se você colou o texto, quando você está digitando, ele joga o cursor para outro bloco.

Em menos de três minutos, você aprendeu essa curiosidade que me deixava maluca. Só isso já vale uma curtida no vídeo e uma inscrição no canal do WordPress sem Código no YouTube, onde você vê esse conteúdo em formato de vídeo:

A diferença entre código, verso, pré-formatado e HTML personalizado | Blocos do Gutenberg ep.5


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.