Criar página ou post com Gutenberg

Se você não mexe em um site WordPress há muito tempo, vai ter uma surpresa quando criar uma página ou post. Em 2018, a versão 5.0 do WordPress saiu com uma novidade: o editor Gutenberg. O nome vem do criador dos tipos móveis na Europa (eles já haviam sido inventados na China cinco séculos antes, mas não havia blogs para compartilhar conhecimento na época). A nova técnica de impressão permitiu fazer livros e cartazes sem precisar escrever à mão, como antes, o que popularizou a escrita e leitura.

Enquanto o Gutenberg original criava as páginas juntando bloquinhos com os caracteres, o do WordPress usar blocos, que podem ter vários tipos de conteúdo:

  • títulos, parágrafos, listas, citações, tabelas
  • imagens e galerias
  • conteúdos incorporados (que são puxados de outros sites, como YouTube)
  • widgets
  • entre outros.

É a evolução natural, afinal, quando o WordPress foi lançado em 2003, a internet não era tão multimídia quanto hoje. Sites responsivos não eram uma necessidade. E não havia tantos plugins para a construção de páginas, que fazem justamente isso.

Passo a passo de como criar páginas e posts com o Gutenberg

1. Adicionar página ou post

No painel inicial, você pode clicar em “Páginas” ou “Posts” para abrir a lista de páginas, ou de artigos, que já foram publicados e que ainda estão em rascunho, ou ir direto para “Adicionar novo”:

Painel WordPress com a opção Posts > Adicionar Novo

OBS: Se você já estiver com a lista aberta, tem o botão “Adicionar novo” logo acima:

Página de posts com opção "Adicionar novo" contornada

2. Inserir título e conteúdo

Na hora de criar o artigo novo, você vê o espaço do título (1) e dos blocos (2), onde ficam todos os tipos de conteúdo. Se quiser adicionar um tipo específico de bloco, clique no + que tem lá em cima (3).

Página "Criar novo post"

É posível copiar o texto todo de uma vez ou digitar direto no Gutenberg. Caso você esteja escrevendo os posts no editor, pode ficar tranquilo: o WordPress salva automaticamente a cada minuto, mas só guarda a última versão para cada usuário.

3. Formatar cada bloco

Você pode alterar a ordem dos blocos com as setas à esquerda deles (1). Em cima deles, aparecem várias opções:

  • trocar o tipo de bloco por outros que caberiam ali (2);
  • formatação do texto, no caso de parágrafo: alinhamento (3), negrito (4), itálico (5);
  • criar um link (6) – se você selecionar uma parte do texto, o link fica embutido nela; se não, fica por extenso ao lado;
  • escondidos na seta para baixo (7) estão a opção de adicionar código (8), imagem em linha (imagem pequena que fica no meio do texto) (9) ou riscar o texto (10).

Nos três pontinhos verticais, ficam as facilidades de blocos:

  • esconder as configurações de bloco, que ficam na barra à direita (11);
  • duplicar o conteúdo do bloco, criando outro igual no mesmo post, logo abaixo (12);
  • inserir outro bloco acima ou abaixo (13 e 14);
  • visualizar como HTML (15);
  • deletar (remover bloco – 17);
  • e uma interessante – adicionar aos blocos reutilizáveis (16). Isso cria blocos que não são editáveis, mas ficam armazenados na categoria “blocos reutilizáveis” para serem adicionados a outra página ou post, sem esforço. Mas tome cuidado: se deletar o bloco reutilizável, ele vai sumir de todos os posts em que aparecia.

4. Definir os metadados do post

As configurações do post ficam na barra à direita, na seção “Post”. Lá ficam os metadados, ou seja, as informações que aparecem quando o post é listado: categorias, tags, imagem destacada (que vai aparecer como miniatura) e resumo.

5. Estabelecer se o post aceitará comentários

A última seção das configurações de post é “Discussão”, onde você escolhe se aquele post em particular pode receber comentários. A outra opção é relacionada a pingbacks e trackbacks. Esses dois termos significam que, se algum outro blog citar o seu e conseguirem avisar, links para os artigos que citam ficam abaixo do seu texto, na página.

6. Agendar ou publicar o post/página

Depois que acabar de criar seu post com o Gutenberg, você pode escolher “Guardar rascunho” ou “Publicar” , no canto superior direito da tela. Você pode agendar a publicação mexendo na data e horário, abaixo. Sugiro “pré-visualizar” para abrir o post em outra aba do navegador e ver como ele ficará quando for publicado.

Opções de salvar como rascunho ou publicar no Gutenberg

Para agendar uma publicação, você também pode usar a primeira seção das configurações de post, “Status e visibilidade”:

Configurações de status e visibilidade do post
  1. se é um rascunho ou foi publicado;
  2. a data oficial da publicação (pode ser antes ou depois da real)
  3. o formato do post (sempre será padrão quando você escrever)
  4. se ele deve aparecer no topo da lista do blog
  5. sinalização que ele precisa ser revisto
  6. qual usuário do site aparecerá como autor (por questões de segurança, evite que seja um usuário com permissão de administrador)

Publicar depois com edição rápida

Conseguiu criar seu post com o Gutenberg, mas deixou como rascunho? Não precisa abrir de novo só para publicar. Na lista de posts, você pode clicar em “edição rápida”. Na edição rápida você pode alterar o título do post, a categoria e as etiquetas, e trocar de “rascunho” para “publicado”.

Opções de edição rápida na lista de posts

Compartilhe esse artigo ou o vídeo sobre esse assunto do canal do WordPress sem Código no YouTube, e confira os artigos específicos sobre os blocos abaixo:

Publicar páginas e posts com Gutenberg num site WordPress | WordPress sem Código 2.8

Série “Blocos do Gutenberg”

Conheça os blocos que vêm com o editor de páginas e posts do Gutenberg nessa série de artigos:

3 comentários em “Criar página ou post com Gutenberg”

  1. Pingback: Como adicionar imagens a site WordPress, melhorar SEO e acessibilidade – WordPress sem Código

  2. Pingback: Blocos do Gutenberg: apresentação – WordPress sem Código

  3. Pingback: Page builder da SiteOrigin: vale a pena? Como funciona? – WordPress sem Código

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.